CAMPEONATO FRANCÊS

Guingamp, primeiro adversário de Neymar, tem estádio maior que a cidade

Equipe francesa é uma das poucas opções de lazer na região. Assim, transformou o Stade du Roudourou em sucesso de público

postado em 11/08/2017 12:00 / atualizado em 11/08/2017 11:58

Info-stades
Regularizado pelo Paris Saint-Germain, Neymar fará sua primeira partida como jogador mais caro do mundo numa região predominantemente rural da França, contra o Guingamp, pela segunda rodada do Campeonato Francês, às 16h de domingo (13/8). O clube rubro-negro é conhecido por uma peculiaridade: está sediado na cidade de mesmo nome, com 7.235 habitantes, e mantém um estádio para 18.465 torcedores. 

Na última temporada, o Stade du Roudourou teve média de 14.804 pagantes por partida da Ligue 1. O número é melhor do que o de 11 times da Série A do Campeonato Brasileiro. O “milagre” de Guingamp é fruto do planejamento impulsionado por uma peculiaridade regional. Simplesmente não há muitas opções melhores de lazer naquela porção da França, o que fortaleceu a relação da comunidade com o futebol.

O departamento de Côtes-d'Armor tem uma densidade demográfica de 87/km² — para efeito comparativo, o departamento menos povoado da região metropolitana de Paris, Val-de-Marne, chega a 5.527 habitantes por km². 

Assim, o Stade du Roudourou é um dos poucos lugares capazes de concentrar mais de 10 mil pessoas naquele ponto da França. O torcedor padrão nas arquibancadas é o aposentado que diz amar, “mais do que qualquer coisa, os jogadores que suam a camisa”.

Frederick Florin/AFP
A arena de Guingamp foi inaugurada em 1990, com capacidade para 12 mil pessoas. O time local havia se profissionalizado em 1984, depois de sete décadas de amadorismo. Desde então, é uma das principais histórias de sucesso do interior da França, capaz de conseguir boas campanhas com orçamento limitado. As boas campanhas impulsionaram as melhorias do estádio, reformado três vezes, duas delas para ampliação. 

O Guingamp disputa a oitava temporada na primeira divisão francesa. A melhor posição na Ligue 1 foi o sétimo lugar em 2002/03. O maior sucesso está no mata-mata. Nos últimos 10 anos, a equipe chegou a três finais da Copa da França, levando o troféu duas vezes. Graças a essas campanhas, já participou três vezes da Liga Europa e conseguiu apresentar ao mundo jogadores como Didier Drogba, ex-artilheiro do Chelsea; Vincent Candela, campeão da Copa; e Florent Malouda, vice mundial. 

A grande estrela do time atual escancara a diferença de patamar entre Paris Saint-Germain e Guingamp. O jogador mais importante do rubro-negro é o atacante e capitão Jimmy Briand, 32 anos, dono de uma passagem rápida de cinco jogos pela seleção francesa. Não espere um confronto de camisas 10. A equipe visitante tem Neymar, o jogador mais caro do planeta. Os donos da casa têm Nicolas Benezet, mais habituado ao banco de reservas.