Mais Esportes

TRIATLO

Com representantes de Brasília, Mundial de triatlo começa nesta quinta

Thiago Canabrava é atleta mais jovem da capital na última etapa da temporada

postado em 13/09/2017 16:30 / atualizado em 14/09/2017 12:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Minervino Junior/CB/D.A Press
Começa, nesta quinta-feira (14/9), a última etapa do Campeonato Mundial de Triatlo de 2017. A grande final será disputada em Roterdã, na Holanda, até domingo (17/9). A presença de grandes nomes da modalidade, como o britânico Jonathan Brownlee e a suíça Nicola Spirig, está confirmada. Ambos foram medalhistas de prata nos Jogos Rio-2016. A capital será representada no evento por um jovem. Fora do alto rendimento, Thiago Canabrava competirá na categoria de 18 a 19 anos na distância olímpica. 

A vaga foi conquistada em maio, no Campeonato Brasileiro de Triatlo, disputado em João Pessoa. Aos 17 anos, Thiago compete em seu primeiro Mundial e a expectativa não poderia ser melhor. Thiago é o único brasileiro inscrito na prova, com consciência de que enfrentará uma disputa complicada. “Tento não criar expectativas quanto ao resultado, procuro não ficar nervoso e dar um passo de cada vez para não queimar etapas”, analisa Thiago, que acredita estar preparado para fazer a melhor marca de sua carreira.

Um dos responsáveis pelo treinamento do jovem é o ex-triatleta Leandro Macedo. O técnico participou de 14 mundiais e conhece bem a prova. “Viemos para que ele ganhe experiência. Iremos conhecer os adversários para ano que vem trabalharmos as deficiências em relação a eles e melhorarmos o resultado deste ano”, planeja. A maior dificuldade, na avaliação de Leandro, deve ser o circuito de bicicleta. “São sete voltas e cada volta tem 37 curvas, o que pode ser mais desafiador se a pista estiver molhada”, alerta. 
Arquivo pessoal
 
Para o treinador, o ponto forte de Thiago é a corrida, necessária para uma prova de recuperação. O jovem fez treinos específicos de estímulos curtos. "Isso é bastante exigido nessa prova de distância olímpica. Trabalhei bastante também na minha corrida e minha técnica na natação", conta. 
 
Antes do Mundial, o brasiliense subiu ao pódio em duas provas em agosto. Ele ficou em primeiro lugar no Powerman Brasil Duatlhon, na distância sprint da categoria 16 a 19 anos, e também foi o primeiro colocado no Rio Triathlon. As provas serviram como treino para o Mundial.

A experiência em provas internacionais, porém, ainda é pouca. Thiago já competiu no Campeonato Sul-Americano Júnior, no Uruguai, em março, e na Nova Zelândia, onde morou por seis meses num intercâmbio esportivo realizado no ano passado. 

Elite brasileira 

O único nome brasileiro inscrito para competir na elita é o de Danilo Pimentel. O triatleta é responsável por representar o país na prova de elite masculina. Atualmente, o paraense é o primeiro do ranking nacional e o 113º colocado do mundial. O atleta começou a praticar natação com seis anos, mas apenas aos 17 anos iniciou a prática do triatlo. Em 2008, tornou-se integrante da Seleção Brasileira de Triatlo.
 
Além de Thiago, Brasília será representada por mais cinco atletas: André Luiz Hecksher, Júlio Abadia, Roberta Silva, Roberto Menescal e Totila Menezes.