Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro contabiliza R$ 184 milhões em direitos de jogadores; saiba o percentual dos principais atletas

Balanço patrimonial com números já foi apresentado a conselheiros do clube

postado em 15/04/2019 20:04 / atualizado em 16/04/2019 09:01

<i>(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)</i>
O Cruzeiro contabilizou R$ 184.099.220,00 em direitos econômicos de jogadores, segundo o balanço patrimonial referente ao exercício de 2018. Os números serão apresentados ao Conselho Deliberativo na quinta-feira, dia 25 de abril, às 19h, no Salão Nobre da sede social do Barro Preto, em Belo Horizonte.

De acordo com o relatório, R$ 134.169.463,00 são relativos aos 114 atletas com contratos profissionais e R$ 44.621.267,00 a 113 jovens em formação. Há ainda R$ 5.308.499,00 atrelados a seis jogadores que têm apenas os direitos federativos pertencentes à Raposa, casos dos zagueiros Leo e Dedé. Em caso de transferência de algum deles, a diretoria negociaria com os investidores um faturamento como taxa de vitrine.

Os dados compreendem o período de 31/12/2017 a 31/12/2018. Ou seja, no documento há profissionais que não pertencem mais ao Cruzeiro, como o meia Arrascaeta, vendido ao Flamengo por 13 milhões de euros (R$ 55,25 milhões), o lateral-direito Ezequiel e o volante Bruno Silva, ambos negociados com o Fluminense, e o meia Mancuello, hoje no Toluca-MEX.

A diretoria ainda declarou as aquisições de cinco jogadores: o volante Jadson (70%) e os meias Rodriguinho (100%) e Marquinhos Gabriel (60%), além dos pratas da casa Guilherme Liberato (70%) e Jadsom (60%). Estão fora da lista o lateral-direito Orejuela, o volante Lucas Silva e o atacante Pedro Rocha, emprestados respectivamente por Ajax-HOL, Real Madrid e Spartak Moscou-RUS.

Do grupo de 2019, conforme o balanço, o Cruzeiro tem a posse de 100% dos direitos econômicos do goleiro Fábio, dos laterais Edilson e Egídio, do volante Ariel Cabral, dos meias Rafinha e Thiago Neves e dos atacantes Fred e Vinícius Popó.

Entre os jogadores que estão em outros clubes, chama a atenção para a participação em 70% dos direitos econômicos do meia Alisson, do Grêmio, e em 60% do meia Elber, do Bahia. O zagueiro Bruno Viana, bastante valorizado no mercado europeu após duas boas temporadas consecutivas no Braga-POR, tem 25% do ‘passe’ vinculado ao Cruzeiro.

Direitos econômicos entram nas demonstrações financeiras como patrimônios intangíveis (propriedades imateriais). Comparado aos R$ 138.924.477,00 de 2017, houve crescimento de 32,51 % nesse quesito em 2018.

Jogadores do elenco

Goleiros

Fábio - 100%
Rafael - 80%
Vitor Eudes - 70%

Laterais

Edilson - 100%
Egídio - 100%
Rafael Santos - 50%

Zagueiros

Murilo - 75%
Fabrício Bruno - 70%
Cacá - 70%

Volantes

Henrique - 50%
Lucas Romero - 50%
Ariel Cabral - 100%
Jadson - 75%
Éderson - 10%

Meias

Thiago Neves - 100%
Rafinha - 100%
Rodriguinho - 100%
Robinho - 50%
Michel - 60%

Atacantes

David -70%
Fred - 100%
Sassá - 45%
Raniel - 65%
Vinícius Popó - 100%

Jogadores fora do balanço

Sem participação nos direitos (apenas taxa de vitrine): Leo e Dedé

Emprestados ao clube: Orejuela (Ajax-HOL), Dodô (Sampdoria-ITA), Lucas Silva (Real Madrid) e Pedro Rocha (Spartak Moscou-RUS)

Alguns jogadores que estão em outros clubes

Alisson (Grêmio) - 70%

Arthur (Tombense) - 70%

Bruno Viana (Braga-POR) - 25%

Digão (Fluminense) - 100%

Elber (Bahia) - 60%

Joel (Marítimo-POR) - 50%

Judivan (Tombense) - 60%

Lucas França (Nacional-POR) - 80%

Manoel (Corinthians) - 30%

Marcelo Hermes (Goiás) - 50%

Marcos Vinícius (Chapecoense) - 60%

Neilton (Internacional) - 20%

Renato Kayzer (Ponte Preta) - 70%

Rick Sena (Marítimo-POR) - 70%

Uillian Correia (Red Bull Brasil) - 50%

Vinícius Araújo (Vasco) - 50%

Vitinho (Cercle Brugge-BEL) - 50%

Willian (Palmeiras) - 50%

Tags: libertadores2019 seriea interiormg rodriguinho cruzeiro