Cruzeiro

CRUZEIRO

Criticado por agente de Bruno Guimarães, atacante Sassá, do Cruzeiro, responde com palavrão: 'Só não te mando tomar no c...'

Jogador celeste e empresário de volante do Athletico-PR trocaram farpas

postado em 08/11/2019 16:30 / atualizado em 09/11/2019 15:49

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)
O atacante Sassá, do Cruzeiro, foi criticado pelo empresário Alexis Malavolta por causa da falta cometida em Bruno Guimarães no fim do primeiro tempo do jogo contra o Athletico-PR, nessa quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Por causa da pancada no tornozelo direito, o volante do Furacão não enfrentará o São Paulo neste domingo, às 16h, no Morumbi.

Segundo Malavolta, Sassá não teve a mesma atitude do sul-coreano Son, do Tottenham, que se desesperou ao atingir econsequentemente fraturar o tornozelo do português André Gomes, do Everton, no empate por 1 a 1 entre os clubes, no dia 3 de novembro, pelo Campeonato Inglês.


A covardia de um profissional chamado Sassá é que nem desculpa pediu ao Bruno Guimarães. Quando analisamos o desespero do Son, quando machucou André Gomes, é de se refletir. Para o Sassá, segue a vida louca dele. Parabéns, profissional Sassá”, escreveu o agente de Bruno Guimarães no Twitter.

Sassá, por sua vez, usou um palavrão para responder Alexis Malavolta. “Ao empresário do Bruno Guimarães, eu só não te mando tomar no cu porque estou mudando”, publicou o jogador no stories do Instagram.

Em seguida, Malavolta tornou a se manifestar no Twitter, dessa vez com ironia ao camisa 99 cruzeirense. “Sassá, que Deus abençoe você e sua família, grande boxeador do futebol e chute box! Fica com Deus”.


A provocação do empresário de Bruno Guimarães é alusiva ao episódio em que Sassá deu soco no rosto do lateral-direito Mayke, do Palmeiras, depois da semifinal da Copa do Brasil de 2018, da qual o Cruzeiro saiu vitorioso. Por causa da agressão, o atacante pegou suspensão de seis jogos.

Nas redes sociais, muitos torcedores, especialmente do Cruzeiro, defenderam Sassá das críticas do empresário e alegaram que o lance não foi intencional. Já os adeptos do Athletico-PR se mostraram descontentes com a postura do atacante da Raposa, entendendo que o choque poderia ter sido evitado.

O chute no tornozelo direito de Bruno Guimarães rendeu a Sassá um cartão amarelo. No segundo tempo, ele foi advertido pela segunda vez, ao dominar a bola com o braço na jogada do gol anulado do Cruzeiro, e acabou expulso pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira.

Sem poder contar com Sassá, o Cruzeiro terá Fred como titular no clássico contra o Atlético, às 16h de domingo, no Mineirão, pela 32ª rodada do Brasileiro. Em 16º lugar, com 34 pontos, o time celeste necessita da vitória para seguir fora da zona de rebaixamento.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Tags: Cruzeiro Sassá Athletico-PR atleticopr seriea interiormg futnacional