Santos

SANTOS

Presidente do Santos confirma reclamações de Sampaoli e pede paciência

José Carlos Peres pediu paciência e o aconselhou a fazer críticas internas

postado em 09/07/2019 17:42 / atualizado em 09/07/2019 18:15

<i>(Foto: Ivan Storti/Santos FC)</i>
O presidente do Santos, José Carlos Peres, confirmou as informações antecipadas pela Gazeta Esportiva sobre o incômodo do técnico Jorge Sampaoli com a diretoria, manifestado via e-mail. O mandatário pediu paciência ao treinador e o aconselhou a fazer críticas internas, sem deixar o assunto ir para a imprensa.

"Jorge Sampaoli é muito competitivo e da mesma forma é exigente. As cobranças deveriam serem internas e não expostas. A maioria das cobranças estamos procurando atendê-lo. Na questão dos direitos de imagem, estaremos acertando nesta semana ou no máximo segunda-feira. Sobre as exigências de jogadores, estamos com cuidado para não ocorrer novamente o caso Jean Lucas, aceitando opções de compra acima de nossas possibilidades (em empréstimo). Um pouco de paciência, estamos às vésperas do prosseguimento do Brasileirão, única competição que estaremos disputando. Não podemos inviabilizar o clube, fomos os que mais contratamos este ano, mas compreendemos que as exigências são normais no futebol e Sampaoli quer ser campeão… E nós também", disse o presidente.

Sampaoli está incomodado com alguns assuntos, como atraso de três meses no direito de imagem, falta de reforços durante a pausa para a Copa América em meio a saída de jogadores, partidas fora da Vila Belmiro e falta do pagamento de premiação por alguns jogos do Campeonato Brasileiro – o famoso "bicho".

Jorge Sampaoli gostaria de ter trabalhado com novos jogadores durante o recesso para acelerar o entendimento de sua filosofia e não perder tempo no segundo semestre. A única novidade foi Evandro, ainda à procura da forma física ideal, e ainda não houve reposição para Jean Lucas, negociado com o Lyon (FRA). O treinador também pediu um lateral-direito há algumas semanas.

Sampaoli
não descarta pedir demissão, mas seu objetivo é cumprir o contrato até dezembro de 2020. O técnico, porém, não está feliz com o trabalho da diretoria e vê quebra de confiança na relação.

























Tags: seriea sampaoli futnacional santossp