Tênis

MASTERS DE CINCINNATI

Djokovic sofre no início, mas estreia com vitória no Masters de Cincinnati

Um dos favoritos, sérvio bate norte-americano Sam Querrey

postado em 13/08/2019 21:22

<i>(Foto: Rob Carr/AFP )</i>
Um dos principais favoritos ao título do US Open, o sérvio Novak Djokovic iniciou nesta terça-feira seu último teste em sua preparação para o quarto e último Grand Slam. No Masters de Cincinnati, também nos Estados Unidos, ele levou um susto no início, mas acabou vencendo em sua estreia. Bateu o local Sam Querrey por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1, em 1h18min de confronto.

O tenista número 1 do mundo perdeu o saque logo no primeiro game do jogo e viu o rival abrir 2/0. A vantagem, contudo, não durou muito. Djokovic devolveu a quebra e igualou em 3/3.

Depois, elevou seu nível de jogo, obteve nova quebra e sacramentou o primeiro set. Na segunda parcial, já embalado, cedeu apenas um game ao rival e conquistou mais duas quebras de saque para confirmar o favoritismo. O sérvio terminou a partida com 15 aces, contra nove do rival, mais conhecido pelo forte saque.

Nas oitavas de final, o líder do ranking vai enfrentar o vencedor do duelo entre o local John Isner, 13º cabeça de chave, e o espanhol Pablo Carreño Busta, que saiu do qualifying. Se mantiver intacto o seu favoritismo, Djokovic poderá enfrentar novamente Federer na semifinal. Seria uma reedição da final de Wimbledon, vencida pelo sérvio há um mês.

Para tanto, Federer também precisa manter a sua condição de segundo principal cabeça de chave da competição norte-americana, da qual é o recordista de títulos, com sete - Djokovic é o atual campeão e soma apenas a conquista de 2018.

Mais cedo, o também suíço Stanislas Wawrinka também estreou com vitória. Pela primeira rodada, ele superou o búlgaro Grigor Dimitrov por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/4 e 7/6 (7/4). Na segunda rodada, o tenista da Suíça vai enfrentar o russo Andrey Rublev, que avançou ao ganhar do georgiano Nikoloz Basilashvili por 6/7 (4/7), 6/4 e 6/2.

Vice-campeão do Masters de Montreal, no domingo, o também russo Daniil Medvedev se saiu melhor que o compatriota na estreia. Bateu o britânico Kyle Edmund por 6/2 e 7/5. Seu próximo adversário será o francês Benoit Paire, que contou com o abandono do espanhol Fernando Verdasco antes do início do segundo set - vencera o primeiro por 6/4.

Em outros confrontos desta terça, o canadense Denis Shapovalov bateu o português João Sousa (2/6, 6/3 e 6/2), o local Frances Tiafoe superou o francês Gael Monfils (7/6 (9/7) e 6/3), o argentino Diego Schwartzman despachou o sérvio Laslo Djere (7/6 (7/2) e 6/3), o belga David Goffin eliminou o local Taylor Fritz por 6/4, 4/6 e 6/4, o espanhol Roberto Bautista ganhou do polonês Hubert Hurkacz (7/6 (8/6) e 6/3) e o local Reilly Opelka bateu o croata Borna Coric (4/6, 6/3 e 7/5).

Já o austríaco Dominic Thiem, atual vice-campeão de Roland Garros, desistiu da competição por conta de uma gripe.

Feminino

A rodada desta terça na chave feminina foi marcada pelas quedas precoces da alemã Angelique Kerber e da espanhola Garbiñe Muguruza, ambas ex-líderes do ranking. Kerber caiu diante da estoniana Anett Kontaveit por 7/6 (9/7) e 6/2, enquanto Muguruza foi batida pela local Madison Keys por 6/7 (4/7), 7/6 (7/5) e 6/4.

Sem decepcionar a torcida, a veterana Venus Williams foi mais consistente que as rivais e eliminou a holandesa Kiki Bertens, quinta cabeça de chave, por 6/3, 3/6 e 7/6 (7/4). O duelo já foi válido pela segunda rodada. Nas oitavas, ela vai enfrentar a vencedora do confronto entre a bielo-russa Victoria Azarenka e a croata Donna Vekic.

Nesta terça, Azarenka avançou diante do abandono da suíça Belinda Bencic, que desistiu da partida no segundo set, quando perdia por 6/4 e 1/0. Vekic, por sua vez, derrotou a checa Katerina Siniaková por 6/4 e 6/3.

Também avançaram em Cincinnati as chinesas Saisai Zheng e Wang Yafan, a russa Ekaterina Alexandrova, a local Jennifer Brady e a taiwanesa Su-Wei Hsieh.

Tags: sam querrey Masters de Cincinnati djokovic