Vôlei

SUPERCOPA DE VÔLEI

Cruzeiro busca o título da Supercopa nesta terça-feira, no Mato Grosso

Time celeste encara o Funvic Natal e corre atrás do quarto troféu

postado em 26/10/2021 06:02

(Foto: Agência i7/Cruzeiro)

Campeão mineiro pela 12ª vez consecutiva, o Cruzeiro corre atrás de mais um título neste começo de temporada, agora o da Supercopa de Vôlei. Vice em 2019 e 2020, o time celeste encara o Funvic Natal, nesta terça-feira, às 19h30, no Ginásio Fiotão, em Campo Grande (MT). O SporTV 2 transmitirá ao vivo. 

O Cruzeiro vai decidir a Supercopa como campeão (hexa) da Copa Brasil. Já o Funvic, antigo Taubaté, levou o projeto para Natal e ganhou a Superliga 2020/21. No feminino, na final mineira entre Minas e Praia, disputada na semana passada, em Brusque (SC), a equipe de Uberlândia levou a melhor por 3 sets a 0 e conquistou o tetra.

Cruzeiro e Funvic se enfrentaram na final da Supercopa de Vôlei do ano passado. O então Taubaté ficou com o troféu ao ganhar por 3 sets a 2, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O time celeste, dono do troféu nas edições de 2015, 2016 e 2017, almeja dar o troco para faturar o tetracampeonato.

INGRESSO CARO


A decisão da Supercopa de Vôlei terá torcida liberada no Fiotão. O problema é o preço 'salgado' do ingresso: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). A entrada no ginásio só ocorrerá com apresentação do cartão vacinação comprovando vacinação completa ou teste com resultado negativo para COVID-19. O uso de máscara nas dependências do local é obrigatório. 

TIMES


Cruzeiro e Funvic Natal começaram a Superliga 2021/22 com vitórias, ambas por 3 a 0 e como mandantes. Em Contagem, o time celeste bateu o São José, enquanto o representante potiguar derrotou o Goiás. A equipe mineira, porém, surge como favorita, já que manteve a base do grupo e trouxe reforços importantes, como o oposto Wallace e o ponteiro Lucas Lóh, que retornaram ao clube. 

O Funvic Natal, por sua vez, não manteve o investimento dos anos anteriores e perdeu peças importantes: o levantador Bruninho, o central Lucão e o ponteiro Douglas Souza. Chegaram o veterano levantador Murilo Radke e o oposto Evandro, ex-Cruzeiro. O técnico argentino Javier Weber permaneceu à frente do projeto, agora na capital potiguar. 

Murilo Radke disse que, mesmo com o time ainda em formação, o Funvic Natal tem condição de conquistar o segundo título seguido diante do Cruzeiro. "Fizemos nosso primeiro jogo oficial da temporada no domingo e estamos pegando ritmo de jogo. Essa partida da Supercopa é uma decisão e sabemos o que ainda temos que evoluir na temporada. Cada jogo será muito importante para o nosso grupo. Jogamos muito bem no domingo e será importante não termos muitas oscilações para mantermos um bom padrão de jogo contra o Cruzeiro", avaliou.

Pelo lado cruzeirense, a expectativa é de uma exibição melhor que a da estreia na Superliga. O levantador Cachopa projetou um duelo para brindar a volta do público. "O clima de decisão é sempre diferente. Gostamos de jogar contra a Funvic e o histórico do confronto entre as equipes diz tudo. Espero um jogo equilibrado. Eles têm uma excelente equipe. Fizemos uma boa estreia de Superliga assim como eles. A expectativa é para uma excelente partida", afirmou.

Tags: campo grande mato grosso cruzeiroec supercopa de vôlei funvic natal