MMA

UFC

Após manter cinturão, Valentina espera por revanche contra Amanda no UFC

Campeã dos moscas diz ter certeza em trilogia com brasileira no octógono

postado em 12/08/2019 21:34

<i>(Foto: Divulgação/UFC)</i>
Vencedora da luta principal do UFC em Montevidéu, sábado passado, quanto bateu Liz Carmouche por pontos e manteve o cinturão peso mosca (até 57kg), Valentina Shevchenko se firmou na ponta da divisão e já pensa no futuro. A atleta nascida no Quirguistão, ao mesmo tempo em que comemorou a afirmação com a segunda defesa de título, mira um reencontro com velha conhecida: Amanda Nunes, campeã dos galos (61,2kg) e também dos penas (66kg).

Ainda no octógono, logo depois da vitória sobre Carmouche, Valentina disse que enfrentaria qualquer adversária pelo cinturão do UFC. Na coletiva depois do evento, a Bullet declarou que é uma questão de tempo o terceiro confronto com a brasileira. Nas duas vezes em que se enfrentaram, Amanda levou a melhor, ambas por pontos e em duelos muito equilibrados. "Sei que faremos uma terceira luta, mas não sei quando. Pode ser logo, pode demorar, mas lutaremos pela terceira vez", disse Shevchenko.

Ela sinalizou, no entanto, que primeiro pensa em defender novamente o cinturão na divisão dos moscas. "Neste momento, meu objetivo é fazer muitas defesas de cinturão. Durante muito tempo eu enfrentei adversárias maiores, mais pesadas e mais fortes em outras categorias de peso. Isso faz toda a diferença. Agora, finalmente, tenho a chance de enfrentar oponentes do meu tamanho. Talvez, quando a minha irmã (Antonina) disputar o cinturão eu mude de divisão", indicou a campeã dos moscas.

Shevchenko deixou a decisão sobre o futuro a cargo do UFC. "Sempre haverá essa pergunta: "Quem é a próxima da fila?". Há muitas desafiantes no ranking. Liz era a número três, Katlyn Chookagian e Jennifer Maia também estão no topo... há muitas opções. Espero continuar ativa como sempre. Eu não esperava voltar a lutar apenas dois meses após a minha última luta. Não estava nos meus planos, mas o UFC me ligou, ofereceu essa luta e eu aceitei", frisou.

Vaias

Valentina não polemizou com as vaias dos fãs na luta principal do UFC em Montevidéu. A campeã, que teve um duelo muito 'morno' contra Carmouche, apostou na estratégia de não se expor e controlar as ações, o que provocou rechaços do público. A Bullet considera que o mais importante foi manter o plano de combate traçado até o fim. "Era preciso ser fria na luta, porque minha adversária tinha um plano. Se eu me deixasse levar pela emoção do público, poderia acabar em uma situação desfavorável. Um erro em um segundo pode definir o resultado de uma luta no MMA e eu sabia o que minha adversária faria", justificou.

Tags: Amanda Nunes cinturão peso mosca Liz Carmouche Valentina Shevchenko cinturão bullet montevidéu ufc