MMA

BRAVE

Novo campeão do Brave, 'Predador' mineiro mostra fome de cinturão

Cleiton Predador, de BH, pretende 'caçar' títulos para fazer história

postado em 05/09/2019 08:04

<i>(Foto: Divulgação/Brave CF)</i>
Novo campeão peso leve do Brave Combat Federation, Cleiton Pereira da Silva almeja voos altos na organização oriunda do Oriente Médio. O Predador, como é conhecido, aproveitou o fato de lutar em casa, no Brave CF 25, no útlimo dia 30 de setembro, na Arena do Minas, para desbancar o ex-dono do título Luan 'Miau' Santiago com vitória por finalização logo aos 32seg, na luta principal da noite e que fechou o evento.
 
Foi a terceira vitória consecutiva do mineiro de 33 anos, que já despertou a atenção de outros atletas no Brave CF, alguns até de outras divisões de peso. Predador foi desafiado por Bubba Jenkins, campeão dos penas (até 65,8kg), que está de olho no mineiro e, em postagem nas redes sociais, avisou que almeja o cinturão recém-conquistado por Cleiton. 

Predador considera que a visibilidade veio em boa hora, já que ele pretende aproveitar o bom momento para buscar mais desafios. O pensamento é conquistar o segundo cinturão, agora em nova categoria de peso. “Me sinto muito bem técnica e fisicamente. Agora quero caçar títulos. Eu quero outro cinturão, quero um desafio a altura. O campeão até 66kg já me desafiou e estou pronto para sair na mão", avisou.

"Como eu quero outro cinturão e ele quer o meu, já falei pra ele vir buscar, se ele tiver coragem. Pretendo fazer o que ninguém fez ainda no Brave. Quero conquistar outro cinturão e fazer história na organização”, concluiu o lutador da academia Full House, em BH, e que tem cartel de 15 vitórias e duas derrotas no MMA profissional.

<i>(Foto: Divulgação/Brave CF)</i>
 

Rivalidade só no cage

Antes da luta contra Luan Miau Santiago, Predador viveu momentos de provocação intensa com o então campeão do Brave. Entretanto, o mineiro deixou claro que o clima ficou tenso só dentro do cage. O lutador de BH considera que sempre teve confiança na vitória. “Eu disse antes da luta que, para qualquer direção que a luta fosse, eu ia ganhar dele. Se ele quisesse ir para a trocação, eu ia nocauteá-lo, se fosse para o chão, eu ia finalizá-lo. Ele tentou me colocar para baixo e eu acabei conseguindo a finalização", avaliou.

"Então, foi tudo dentro do esperado. E a nossa rivalidade ficou dentro do cage. Depois da luta trocamos uma ideia. Ele é um cara tranquilo, assim como eu, então ficamos na boa. Ele é um atleta que os números dele no esporte falam por si só. Dentro do cage é um cara muito duro e fora ele é um cara bacana, deu pra ver isso após a luta quando trocamos uma ideia”, comentou o Predador mineiro.

<i>(Foto: Divulgação/Brave CF)</i>

Tags: Luan Miau Santiago bubba jenkins peso leve Cleiton Predador cinturão cf brave