América

AMÉRICA

Zagueiro Ricardo Silva curte fase de artilheiro e relembra vida difícil no interior do Rio Grande do Norte

Destaque da retomada do Coelho na Série B, defensor está suspenso e não enfrentará o Figueirense

postado em 09/10/2019 09:30 / atualizado em 09/10/2019 11:52

<i>(Foto: Ramon Lisboa / EM DA PRESS)</i>

O América tem um artilheiro improvável. O zagueiro Ricardo Silva balançou as redes nas últimas três partidas do Coelho na Série B (Coritiba, CRB e Bragantino). O defensor está curtindo a fase com a camisa alviverde. E ele ainda espera mais: “É continuar sonhando”.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o defensor relembrou a infância em uma pequena cidade do Rio Grande do Norte. Ricardo Silva nasceu em São José do Seridó, no semiárido nordestino. Graças ao futebol, ele conseguiu deixar o município, de cerca de 4 mil habitantes - segundo dados do IBGE de 2010 - e conhecer todo o Brasil.  

Muito feliz com este momento, muito feliz com o que a equipe está vivendo. Como eu já falei, tudo na minha vida sempre foi primeiramente Deus. Cara, de onde eu saí. Hoje, eu estava vendo uma foto quando era pequeno, no interior do Rio Grande do Norte, cidade pequena, São José do Seridó, cidade onde o vento faz a curva, não tem mais para onde ir. Deus me tirou de lá. Então, estou muito feliz com esse momento. E é sonhar, continuar sonhando”, disse.

Na vitória sobre o Bragantino (2 a 0), líder da Série B, o zagueiro se destacou. Ele foi seguro defensivamente e certeiro quando subiu ao ataque. Marcou o primeiro gol do Coelho. Aos 5 minutos da etapa final, João Paulo bateu falta na área, Lucas Kal tentou desviar, mas a bola passou para Júlio César fazer a defesa. O goleiro do Bragantino, entretanto, deu rebote nos pés de Ricardo Silva. Com o gol vazio, ele só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes.

O defensor será desfalque na partida contra o Figueirense, neste sábado, às 19h, no estádio Orlando Scarpelli. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo nessa terça-feira.
 

Tags: Ricardo Silva americamg serieb