Atlético

ATLÉTICO

Patrocinador do Atlético e de outros clubes brasileiros é preso pela Polícia Federal

Patrocínio de instituição de ensino aparece na omoplata da camisa do Atlético

postado em 03/09/2019 18:41 / atualizado em 03/09/2019 18:42

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>
Patrocinador de AtléticoCorinthians, Flamengo, José Fernando Pinto da Costa, dono da Universidade Brasil, foi preso preventivamente nesta terça-feira durante a Operação Vagatomia, da Polícia Federal. A acusação aponta para um esquema de irregularidades no curso de Medicina oferecido pela instituição no interior de São Paulo.

O patrocínio da Universidade Brasil aparece na omoplata da camisa do Atlético.

Outras 20 pessoas foram detidas e são investigadas pelos crimes de organização criminosa, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistemas de informações e estelionato. Somadas, as penas podem chegar a até 30 anos de prisão.

Foram oito meses de investigação. A operação apura um esquema de fraude na concessão do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e na comercialização de vagas e transferências de alunos do Paraguai e Bolívia para o curso de Medicina da Universidade Brasil, no campus de Fernandópolis, no interior paulista.

Segundo as investigações, algumas vagas estariam sendo negociadas por até R$ 12 mil por aluno, vagas essas para ingresso, transferência e de financiamentos pelo Fies. Diante disso, os investigadores calculam cerca de R$ 500 milhões em bolsas concedidas de forma irregular nos últimos cinco anos.

José Fernando Pinto da Costa, dono da Universidade Brasil, é apontado como um dos chefes do esquema. Ao todo, a Justiça Federal de Jales, em São Paulo, expediu 22 mandados de prisão e 45 de ordem de busca e apreensão, bem como o bloqueio de 250 milhões de reais dos alvos.

Tags: atleticomg corinthianssp flamengorj seriea serieb brasileiro