Atlético

ATLÉTICO

Atlético: Alonso analisa gols sofridos em cruzamentos e cobra fim de erros

Dos últimos nove gols sofridos pelo time, seis saíram em cruzamentos, sendo quatro em bolas aéreas

postado em 14/01/2021 11:09 / atualizado em 14/01/2021 11:37

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

No empate por 2 a 2 contra o Red Bull Bragantino, nessa segunda-feira, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético sofreu os dois gols em cruzamentos para a área.  Dos últimos nove gols sofridos pela equipe na competição, seis saíram desta forma, sendo quatro em bolas aéreas. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, na Cidade do Galo, o zagueiro Junior Alonso analisou os problemas defensivos do time e projetou margem mínima de erros para os dez jogos restantes na Série A

“Conversamos com o treinador e com os companheiros. Todos do setor defensivo estão trabalhando para melhorar nesse sentido. Sabemos que está no final do torneio, e a margem de erro precisa ser bem pouca. Não podemos cometer erros. Só podemos seguir trabalhando e concentrados”, declarou. 

Em 28 jogos disputados no Brasileiro, o Atlético levou 36 gols. Entre os times do G4, o Galo é o segundo mais vazado -  o Flamengo, quarto colocado, sofreu 39. A equipe é a terceira que mais levou gols como visitante na competição (25), mesmo número do Vasco. Apenas Bahia (30) e Coritiba (26) estão acima nesse quesito. 

Junior Alonso explicou que o estilo de jogo ofensivo do Atlético, até mesmo fora de casa, pode deixar brechas para contra-ataques dos adversários, resultando em gols sofridos. O paraguaio, no entanto, ressaltou que o trabalho defensivo é desempenhado por toda a equipe, a partir da estratégia de pressão na saída de bola. 

“Buscamos ser protagonistas contra qualquer adversário. Trabalhamos todos os dias para ser uma equipe forte, que tenta recuperar a bola no campo do rival para voltar a atacar. Essa é a melhor possibilidade de evitar contra-ataques. Muitas vezes, isso não sai, porque o rival é melhor ou não fizemos bem a pressão. Quando falamos de nível ofensivo, falamos de todo o coletivo. Quando falamos de nível defensivo, isso também se trabalha de nível coletivo, não somente da defesa. Temos que melhorar isso nos dez jogos que nos restam e para o ano, que vai ser muito importante para nós”, avaliou . 

O empate diante do Bragantino deixou o Atlético com 11,8% de chances de título
,
segundo cálculos do Departamento de Matemática da UFMG. O Galo volta a campo neste domingo, às 18h30, contra o Atlético-GO, no Mineirão, pela 30ª rodada do Brasileiro. O Alvinegro tem um jogo a mais em relação ao São Paulo, líder, com 56 pontos, e o Internacional, vice, com 53. A partida atrasada será contra o Santos, no dia 27 de janeiro, quarta-feira, às 19h15, em casa, pela 28ª rodada. 

Tags: atlético interiormg seriea