Atlético

ATLÉTICO

Presidente do Atlético confirma acordo com Cuca: 'Só falta a assinatura'

Sérgio Coelho elogia treinador e prevê: 'Chegará para buscar as taças'

postado em 04/03/2021 13:20 / atualizado em 04/03/2021 14:00

(Foto: Ivan Storti/Santos)

Em entrevista à Coluna do Jaeci, do jornal Estado de Minas, nesta quinta-feira, o presidente do Atlético, Sérgio Coelho, anunciou o acerto com o técnico Cuca. Segundo o dirigente, falta apenas a assinatura do contrato para o retorno do treinador campeão da Copa Libertadores de 2013 pelo Galo.

“O Cuca é um grande treinador. Só falta a assinatura do contrato para que possamos anunciá-lo. Ele fará um grande trabalho no clube, como sempre fez por onde passou. E é nosso grande campeão da Libertadores. Chegará para buscar as taças, tenho certeza”, declarou ao colunista Jaeci Carvalho

Atlético e Cuca se aproximaram de um acordo 
em reunião realizada na tarde dessa terça-feira. Porém, algo ainda incomoda o treinador: a rejeição de parte da torcida alvinegra em função de um episódio de violência sexual em que esteve envolvido no fim dos anos 1980. Por isso, quebrou o silêncio sobre o tema e se disse inocente, embora tenha sido condenado.

Em entrevista ao Superesportes, o empresário Eduardo Uram - responsável por agenciar a carreira do técnico - reforçou que o caso conhecido como o ‘Escândalo de Berna’ não será impeditivo para um acerto com o clube alvinegro.

Ainda em fevereiro, torcedores do Atlético fizeram um movimento nas redes sociais contra a contratação de Cuca. A hashtag #CucaNão figurou entre os assuntos mais comentados do Twitter algumas vezes nas últimas semanas.

Em 1989, os quatro foram condenados não por estupro, mas por violência sexual contra pessoal vulnerável (com menos de 16 anos). Embora não tenha sido reconhecido pela garota, Cuca pegou 15 meses de prisão, mas não cumpriu a pena, já que o Brasil não extradita seus cidadãos. Em 2004, a possibilidade de execução expirou.

(Foto: Arquivo Pessoal)

À Coluna do Jaeci, Cuca disse não entender os motivos da 'perseguição' e revelou que a mãe está internada por causa da COVID-19.  “Sou um cara família, religioso. Eu nunca me envolvi com nada que seja irregular ou criminoso. Estou passando por um drama: minha mãe está internada com Covid-19, e estou orando e pedindo para que ela se recupere. Não sei o motivo dessa perseguição, agora. Não fiz nada. Nunca toquei na moça ou em quem quer que seja. O que estão fazendo comigo é uma covardia. Porém, Deus está sempre comigo, e tenho a certeza de que isso vai passar”, declarou. 

Cuca deixou o Santos ao final da temporada passada. O treinador comandou o Peixe na campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores da América - perdeu a final para o Palmeiras, por 1 a 0, no Maracanã. No Atlético, o retrospecto do treinador é de 153 jogos, com 80 vitórias, 34 empates e 39 derrotas, entre 2011 e 2013. Além da Libertadores de 2013, ele faturou dois títulos estaduais pelo Alvinegro. 

 
 

Tags: atlético cuca interiormg seriea mercadobola