Atlético

COPA DO BRASIL

Atlético vence o Bahia e abre boa vantagem nas oitavas da Copa do Brasil

Com gols de Zaracho e Hulk, Galo bateu o Tricolor por 2 a 0 no Mineirão

postado em 28/07/2021 23:25 / atualizado em 28/07/2021 23:38

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
 
O Atlético abriu boa vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, no Mineirão, o Galo venceu o Bahia por 2 a 0, com gols de Matías Zaracho e Hulk. Com o resultado alcançado no Gigante da Pampulha, o Alvinegro pode até perder o jogo de volta por um gol de diferença que conquistará a vaga nas quartas de final da competição.

 
Autores dos gols, Zaracho e Hulk foram os grandes destaques da partida. No primeiro tempo, o atacante fez a jogada para Dodô encontrar o argentino em condições de abrir o placar. Na etapa final, foi a vez do meio-campista lançar para o goleador balançar as redes.
 
O jogo de volta será na próxima quarta-feira, às 21h30, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana, na Bahia. Para se classificar, o Tricolor precisa do triunfo por três gols de diferença. Qualquer vitória dos donos da casa por dois gols de diferença leva a eliminatória para os pênaltis.

Antes, ambos têm compromisso pelo Campeonato Brasileiro. No domingo, às 16h, o Atlético recebe o Athletico-PR, no Mineirão. No mesmo dia, às 18h15, o Bahia recebe o Sport no Pituaçu. 


 

O jogo

 
O Atlético teve três mudanças em relação ao time que começou o último jogo contra o Bahia. Titulares, Tchê Tchê e Savarino retornaram à equipe. Na defesa, Nathan Silva, impossibilitado de jogar na Copa do Brasil, deu lugar a Réver. 
 
O Bahia também entrou em campo modificado, em peças - também teve três mudanças - e  na postura. No primeiro tempo, o Tricolor, muitas vezes, subiu a marcação para pressionar a saída de bola do Galo e causou desconforto ao Alvinegro. 
 
Diferentemente do jogo do último domingo, o primeiro tempo foi animado no Mineirão. O Atlético teve mais a bola, mas tinha dificuldades em encontrar espaços. As melhores chances apareceram com Nacho, tentando aparecer no espaço entre os zagueiros para finalizar. 
 
O Bahia foi algumas vezes ao ataque. Abusando da velocidade de Rossi pelo lado direito e tentando infiltrações nas costas da defesa do Galo, o Tricolor assustou. Na melhor chance, Gilberto lançou para Ronaldo. O velocista saiu na cara do gol, driblou Mariano e, de frente para Everson, chutou para grande defesa do goleiro do Atlético.
 
O Atlético tinha dificuldades em encontrar espaço. Foi preciso uma rápida tabela para abrir a defesa do Bahia. Hulk tabelou com Nacho na entrada da área e lançou com uma cavadinha para Dodô, que entrou em velocidade pelo lado esquerdo. O lateral cruzou de primeira, rasteiro, para Zaracho finalizar para o fundo das redes: 1 a 0. Depois do gol, os dois times tiveram chance de balançar as redes, mas não conseguiram concluir as jogadas.
 
O Bahia voltou melhor para o segundo tempo. O Tricolor se impôs no campo de ataque e obrigou o Atlético a dar diversos chutões, a maioria deles dando a bola de graça para o adversário. Os visitantes tiveram duas boas chances em chutes de Rossi, que passou perto, e Gilberto, no peito de Everson.
 
O Atlético vinha encontrando problemas para atacar. Mas, num erro da defesa do Bahia, ampliou o placar. Daniel falhou na saída de bola, que sobrou para Zaracho. Ele acionou Hulk. O camisa 7 deixou os marcadores para trás e finalizou de perna direita no canto de Danilo Fernandes, que não conseguiu fazer a defesa: 2 a 0

O Bahia avançou as linhas nos minutos finais e buscou um gol para diminuir a vantagem alvinegra na eliminatória. O atacante Gilberto teve grande chance, de cabeça, mas Everson voou para fazer defesa espetacular. No fim, vitória do Galo por 2 a 0 e classificação às quartas de final encaminhada.

ATLÉTICO 2 X 0 BAHIA

 
ATLÉTICO
Everson; Mariano, Réver, Junior Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê (Neto, 47/2°T), Zaracho (Calebe, 40/2°T) e Nacho Fernández (Hyoran, 40/2°T); Savarino (Eduardo Sasha, 40/2°T) e Hulk (Nathan, 46/2°T)
Técnico: Cuca
 
BAHIA
Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba, 38/2°T); Patrick, Jonas (Lucas Araújo, 8/2°T) e Daniel (Matheus Galdezani, 38/2°T); Rossi, Gilberto e Ronaldo (Rodriguinho, 33/2°T)
Técnico: Dado Cavalcanti
 
Gols: Matías Zaracho, 36/1°T; Hulk, 28/2°T
Cartões amarelos: Matías Zaracho, 43/1°; Junior Alonso, 19/2°T; Gilberto, 23/2°T; Nino Paraíba, 43/2°T
 
Motivo: jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil
Estádio: Mineirão
Data: quarta-feira, 28 de julho de 2021
Horário: 21h30
 
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Adriano de Assis Miranda (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Tags: galo atlético copadobrasil interiormg bahiaba