Atlético

CAMPEONATO BRASILEIRO

Atlético vira sobre Cuiabá, dispara e vê título brasileiro mais perto

Galo saiu em desvantagem no Mineirão com um gol contra bizarro de Nathan Silva neste domingo, mas virou ainda no primeiro tempo e aumentou vantagem na liderança

postado em 24/10/2021 17:57 / atualizado em 24/10/2021 18:11

(Foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

O início parecia preocupante: gol contra bizarro de Nathan Silva e desvantagem no placar. Mas o Atlético logo se recompôs, buscou a virada no Mineirão e venceu o Cuiabá na tarde deste domingo por 2 a 1, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Hulk e Jair marcaram para os donos da casa, empurrados por mais de 30 mil torcedores - recorde de público do clube na pandemia de COVID-19.


Com a vitória, o Atlético dispara na liderança e fica mais perto do título do Brasileirão. O time alvinegro soma 59 pontos - 11 à frente dos 48 do vice-líder Fortaleza, que jogou uma vez a mais. O terceiro colocado é o Flamengo, com 46 pontos e duas partidas a menos que o Galo. Já o Cuiabá é o 10º, com 35. 

Pela 29ª rodada, o Atlético tem um confronto decisivo na briga pelo título. O time do técnico Cuca visita o Flamengo no próximo sábado, a partir das 19h, no Maracanã. Na segunda-feira seguinte, o Cuiabá recebe o Red Bull Bragantino. A bola rola às 20h, na Arena Pantanal.

Antes do clássico nacional diante do Flamengo, o Atlético tenta selar a classificação à final da Copa do Brasil. O jogo de volta da semifinal contra o Fortaleza está marcado para 21h30 desta quarta-feira, no Castelão. A ida terminou com goleada alvinegra por 4 a 0 no Mineirão.


Virada alvinegra


O jogo começou em ritmo alucinante. Logo aos dois minutos, Nathan Silva protagonizou um lance bizarro. O defensor recuou mal para Everson, que não alcançou, e a bola parou na rede alvinegra: 1 a 0 para o Cuiabá. Mas o Atlético não demorou a reagir. Aos quatro, os donos da casa executaram uma cobrança de escanteio ensaiada, que terminou em assistência de Keno para Hulk só empurrar para o gol e deixar tudo igual.

Até os dez minutos, o jogo permaneceu aberto, com os dois times em busca do ataque. Dali em diante, porém, o cenário foi o que era esperado na prévia do duelo: o Atlético à frente, tentando superar as recuadas e próximas linhas de marcação do Cuiabá. E a tarefa não era fácil. Na semana anterior, o Flamengo, melhor ataque da Série A, não conseguiu evitar o empate por 0 a 0 em pleno Maracanã.

Não foram muitas as oportunidades de marcar. Mas, pelo grande volume ofensivo e a presença ofensiva constante na área adversária, o Atlético foi premiado com a virada. Nos segundos finais do primeiro tempo, Guilherme Arana encontrou solução para uma jogada que parecia perdida e cruzou na cabeça de Jair. O volante superou a marcação adversária e testou para o gol: 2 a 1.

(Foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Segundo tempo controlado


Em vantagem, o Atlético modificou a estratégia e permitiu que o Cuiabá ficasse mais com a posse. Tudo para ter campo e espaço. E o plano quase deu certo logo no primeiro minuto do segundo tempo, quando Hulk finalizou fraquinho, e o goleiro Walter levou um frangaço entre as pernas. O atacante alvinegro, porém, havia tocado o braço na bola, e a jogada foi invalidada.

Ao longo do segundo tempo, mesmo tendo mais a bola do que na etapa inicial, o Cuiabá não conseguiu ameaçar a meta defendida pelo Atlético. Os donos da casa também não criaram tantas oportunidades, mas tinham o jogo sob controle. Cuca teve a oportunidade de mandar a campo Diego Costa, ausente de partidas recentes em função de problemas musculares.

Pouco aconteceu a partir daí. O Atlético conseguiu manter o domínio territorial e estratégico do jogo, assegurou a vitória por 2 a 1 no Mineirão e ficou mais perto do tão sonhado título do Campeonato Brasileiro.

ATLÉTICO 2 X 1 CUIABÁ


Atlético
Everson; Guga, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Réver, aos 32' do 2ºT, Matías Zaracho (Savarino, aos 22' do 2ºT) e Nacho Fernández (Tchê Tchê, aos 42' do 2ºT); Keno (Eduardo Vargas, aos 22' do 2ºT) e Hulk (Diego Costa, aos 32' do 2ºT)
Técnico : Cuca

Cuiabá
Walter; João Lucas, Paulão, Alan Empereur e Uendel; Auremir (Uillian Correia, aos 19' do 2ºT), Rafael Gava (Yuri Lima, no intervalo) e Camilo (Jonathan Cafu, no intervalo); Clayson, Max (Felipe Marques, aos 30' do 2ºT) e Jenison (Elton, aos 19' do 2ºT)
Técnico : Jorginho

Motivo : 28ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário : domingo, 24 de outubro de 2021, às 16h (de Brasília)
Local : Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols : Hulk, aos 4', e Jair, aos 47' do 1ºT (ATL); Nathan Silva (contra), aos 2' do 1ºT (CUI)

Público: 30.627 torcedores
Renda: R$ 928.101,00

Árbitro : Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes : Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
VAR : José Cláudio Rocha Filho (Fifa/SP)

Tags: galo destaque atleticomg interiormg futnacional seriea cuiabams