Santa Cruz

SANTA CRUZ

Desconhecidos, Luiz Felipe e Lucas Gonçalves chegam ao Santa Cruz em busca de espaço

Longe de grandes centros até então, atletas de 22 anos nunca tinham concedido entrevista coletiva a tantos jornalistas na carreira

postado em 06/12/2018 15:55 / atualizado em 06/12/2018 17:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Daniel Leal/DP
Luiz Felipe e Lucas Gonçalves representam bem o perfil dos reforços que o Santa Cruz deverá ter ao longo da temporada 2019. Desconhecidos da torcida e alavancando a carreira em clubes periféricos no cenário nacional, o meio-campista e o volante chegaram cheios de vontade de despontar na carreira tendo o Tricolor como grande vitrine. Tímida, a dupla afirmou que jamais havia concedido uma entrevista coletiva a tantos repórteres. Não em vão, responderam a todas as perguntas em frases curtas e com muita precaução.

"Sou mais um jogador em busca oportunidade na carreira e o que eu posso dizer é que vou dar o melhor no dia a dia", afirmou o meia Luiz Felipe, destaque pelo São Bernardo na última temporada.

Em 2018, foram 15 partidas e dois gols pelo clube de São Paulo jogando a Série A2 do estadual e a Copa Paulista. Formado nas divisões de base do Atlético-GO, esteve no grupo campeão da Série B em 2016. Luiz Felipe terá pela frente o desafio de suprir um dos setores mais carentes do elenco nos últimos anos. Mostrou-se confiante para enfrentar o desafio.

"Sou um meia ofensivo e posso jogar aberto ou centralizado. Estou à disposição, o importante é estar jogando", disse. "Enxergo essa lacuna como uma oportunidade de mostrar serviço. Vou dar o melhor no dia a dia. Com muita determinação", acrescentou.

Cabeça de área pegador

Volante de marcação forte, Lucas Gonçalves terá a missão de ser o "cão de guarda" tricolor à frente da defesa. Com passagens de destaque pelo Trindade, onde foi campeão goiano em 2016, passou ainda pelo Rio Branco e Crac-GO, onde disputou e conquistou o título da Segunda Divisão do Campeonato Goiano. Em destaque, acabou pinçado pela direção coral.

"Estou aqui no Arruda para crescer como atleta, como homem e a expectativa é a melhor possível", afirmou, apresentando-se em seguida. "Sou um primeiro volante de contenção e meu ponto forte é a marcação. Sou de me doar bastante", ressaltou. "No dia a dia, vou mostrar meu potencial e vou comendo pelas beiradas para chegar à titularidade", pontuou.