Santa Cruz

SANTA CRUZ

William mira sequência no Santa Cruz, repetir retrospecto individual e elogia capitão

Em 2017, zagueiro disputou 28 partidas pela Luverdense e marcou dois gols; no Tricolor, atleta também valoriza as orientações dos mais experientes

postado em 11/01/2019 09:00 / atualizado em 11/01/2019 10:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Peu Ricardo/DP
Recém-chegado ao Santa Cruz, o zagueiro William, de 22 anos, busca no Tricolor uma questão que não teve na última temporada: sequência de jogos. Na sua passagem pelo Goiás, em 2018, disputou apenas uma partida pelo esmeraldino, no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Ele foi apresentado no Espaço e Lazer do Real Hospital Português e tratou de valorizar, além do grupo, a experiência do capitão Danny Morais.

“Chego com muita expectativa. Estava num clube como o Goiás, não tive muita oportunidade lá e espero ter no Santa Cruz para poder dar início ao meu trabalho. Aqui tem grandes zagueiros como Vitão, o Danny Morais, o João (Victor, da base coral). São zagueiros de qualidade, mas estou aqui para brigar pelo meu espaço com muita humildade e, assim que pegar minha oportunidade, é dar sequência no trabalho”, contou.

A zaga coral conta com outros jogadores jovens. Além de William, Vitão e João Victor também possuem pouca idade, 25 e 19, respectivamente. A liderança fica por parte do experiente Danny Morais, de 33 anos, que é conhecido internamente pelo papel de orientar e ter cuidado com os atletas mais novos. Ponto que o novato valoriza e se inspira para ter um bom desempenho na temporada.

“Ele é um zagueiro de muita experiência, passou por vários clubes grandes, tem vários títulos e ele sempre puxa a rapaziada mais nova para ir para o lado dos mais experientes. Estamos focados, sei que somos mais novos, mas temos que dar sequência no trabalho para nos sairmos bem”, concluiu.

O jovem defensor foi revelado pelo Juventude e viveu seu melhor momento na Luverdense, onde conquistou a Copa Verde em 2017 e atuou em 28 partidas naquele ano, tendo anotado dois gols. William também se caracteriza como um zagueiro que não “alivia” nas disputas de bola. “Eu sou um zagueiro muito firme. Tenho uma boa velocidade e, pelos clubes por onde passei, sempre fui destacado pela velocidade, técnica, raça dentro de campo, competitividade e força”, falou o zagueiro.

William teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF no fim da tarde dessa quinta-feira, assim como o zagueiro Vitão e o lateral esquerdo Bruno Ré. Ele está apto para a estreia do Santa Cruz na Copa do Nordeste, diante do Botafogo-PB, na próxima terça-feira, no estádio Almeidão.