Futebol Nacional

FLAMENGO

Vice-presidente do Flamengo defende volta do futebol

Marcos Braz defendeu as decisões tomadas pela diretoria do clube

postado em 23/06/2020 14:07

(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo )
O Flamengo foi a primeira equipe a voltar aos treinos após a paralisação do futebol pela pandemia de coronavírus. A postura rubro-negra foi muito criticada, principalmente por Botafogo e Fluminense, que se recusaram a retomar suas atividades.

O vice-presidente Marcos Braz defendeu as decisões tomadas pela diretoria do Flamengo. O dirigente lamentou as posturas dos rivais.

"O Flamengo tem a posição dele, a maneira de pensar e de agir. Sobre Botafogo e Fluminense, tem que perguntar para o vice-presidente de lá. A única coisa que eu acho é que no dia que paramos por segurança e contribuição da sociedade, no outro dia estávamos pensando em saber como voltaríamos. O que não quer dizer que seríamos irresponsáveis. Fluminense e Botafogo não querem entrar em campo. Respeito, mas lamento. Seguro mesmo 100%, só quando tiver a vacina ou um remédio", disse à Fla TV.

Braz admitiu que o momento para o retorno do futebol não é o ideal. No entanto, o dirigente ressaltou que todos estão aprendendo com a Covid.

"Evidente que o cenário que estamos hoje não é o que gostaríamos. A pandemia é uma doença nova, os médicos estão aprendendo, e estamos fazendo um monte de adequação. Isso não deixaria de passar pelo retorno do futebol, pelos questionamentos", declarou.

O vice-presidente argumentou que os rubro-negros acertaram no retorno aos treinos. - Estamos em uma sequência de bons treinamentos, mas não vejo muito problema, não. É o que se tem. O Flamengo não pode ficar na inércia de parar tudo para ver o que vai acontecer - concluiu.

O Flamengo já entrou em campo pelo Campeonato Carioca. Os rubro-negros passaram sem dificuldade pelo Bangu, no Maracanã.

Tags: futnacional flamengorj marcos braz